Categoria Sem categoria

porIHGSE

O IHGSE abre Nova Chamada para a Revista n. 52. Vol. 2 (2022) – DOSSIÊ: MODERNISMOS

2022-07-16

 

 

 

DOSSIÊ: MODERNISMOS

 

 

 

Temos como efeméride em 2022 o centenário da Semana da Arte Moderna, evento ocorrido em São Paulo, e que durante muito tempo foi considerado o marco inaugural de nova fase da Arte produzida no Brasil. No entanto, estudos mais recentes têm observado que não devemos nos deter na narrativa apenas desse ponto de vista, já que a pluralidade do país e a efervescência propiciou a atuação de artistas que não estiveram ligados diretamente ao movimento em São Paulo ou mesmo lhe foram precedentes. Na perspectiva desse país plural, fora do eixo da metrópole do café, houve outras iniciativas artísticas que dialogavam com os novos tempos, bem como outras que ferrenhamente se mantiveram ligados à tradição. Houve ainda artistas que, mesmo no epicentro do movimento de 1922, tiveram suas histórias e produções relegadas ao esquecimento. Este dossiê está aberto a trabalhos que, preferencialmente, tratem dos Modernismos brasileiros, revisitando não apenas a Semana da Arte Moderna e seus ecos, mas também tragam novos olhares sobre os antecedentes do evento e seus desdobramentos para a cultura brasileira. Os textos podem versar sobre qualquer manifestação de arte, devem se ater às normas da Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe e serem submetidos via sistema desse periódico até 07 de setembro de 2022.

Saiba mais detalhes acessando o site: https://seer.ufs.br/index.php/rihgse/

As Submissões somente poderão ser feitas através do sistema SEER/UFS, no Link: https://seer.ufs.br/index.php/rihgse/about/submissions

 

Prof. Dr. Wagner Gonzaga Lemos (USP/UNEB/IHGSE)

Organizador do Dossiê e Sócio do IHGSE

porIHGSE

O IHGSE abre Nova Chamada para a Revista n. 52. VOL. 1 (2022) – DOSSIÊ: INDEPENDÊNCIAS DO BRASIL

2022-07-16

Dossiê Independências do Brasil

Neste ano de 2022, celebramos o bicentenário da efeméride magna do Brasil: a Independência. Nas últimas décadas, o refinamento das abordagens historiográficas sobre o tema leva-nos a tratar de um complexo processo de histórias conectadas e cruzadas que recua aos fins da primeira década do século XIX e se dilata até princípios da década de 1830. Esse processo é constituído por múltiplos projetos de independência, que se processaram de formas distintas em vários pontos da antiga América Portuguesa. Falamos, dessa forma, não mais em Independência, mas em Independências do Brasil, verdadeiro mosaico de ideias, discursos, práticas e representações que vem sendo revisitado pela historiografia brasileira ou sobre o Brasil. O “Dossiê Independências do Brasil”, da Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, visa contribuir com a historiografia recente que tem desvelado as “independências” que integram o referido mosaico de ações pretéritas que desaguaram em nossa emancipação e formação nacional. Privilegiaremos estudos que desloquem a centralidade da leitura do processo histórico para as antigas capitanias/províncias do Norte do Brasil, notadamente Sergipe, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Outras abordagens, que foquem outras espacialidades, não estão vetadas. Mas, ressaltamos nosso interesse por estudos que iluminem as zonas citadas, algumas delas parcamente estudadas pela historiografia que aborda o tema em questão. Os artigos que comporão o dossiê devem ser submetidos via sistema da Revista do IHGSE, até 07 de setembro de 2022, obedecendo às regras editoriais em vigor.

Saiba mais detalhes acessando o site: https://seer.ufs.br/index.php/rihgse/

As Submissões somente poderão ser feitas através do sistema SEER/UFS, no

Link: https://seer.ufs.br/index.php/rihgse/about/submissions

Prof. Dr. Samuel Albuquerque (UFS)

Organizador do dossiê e sócio do IHGSE

porIHGSE

Raridade em Acervo

Desvelar caminhos é uma das responsabilidades do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, por isso que apresentar o primeiro mapa de Aracaju traz muita satisfação a todos que trabalham na Biblioteca Manoel Bonfim e aos pesquisadores da História de Sergipe.

Os originais encontram-se salvaguardados na Biblioteca Manoel Bonfim.

 

 

porIHGSE

COMUNICADO

A Diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe – IHGSE comunica que, em função das exéquias do ex-Governador Engenheiro João Alves Filho, estarão suspensas nossas atividades na próxima segunda-feira, dia 30 de novembro de 2020.

porIHGSE

Nota de Pesar – Governador João Alves Filho

A Diretoria e os sócios do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (IHGSE) associam-se à dor da família do Governador João Alves Filho e da sociedade sergipana,pelo seu falecimento ocorrido em Brasília-DF.

O seu nome está intimamente ligado à atividade cultural em Sergipe por importantes obras como a criação do Centro de Criatividade, da Orquestra Sinfônica de Sergipe, do Teatro Tobias Barreto, do Centro Cultural de Aracaju, instalado no prédio da antiga Alfândega, na oportunidade da sua segunda passagem pela Prefeitura da Capital, bem como a criação dos Conjuntos Formadores da Sergipanidade, da Nacionalidade e do monumento a Inácio Barbosa, esses na Orla da Atalaia.

Não se pode esquecer que, em 2005,foi sua a iniciativa de dar início ao processo que, em 2010, levou ao reconhecimento da Praça São Francisco como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Se não fossem também outras iniciativas nos diversos campos da atividade governamental, apenas essas seriam marcas que perenizam o nome de um grande homem público, como a criação da Fundação Estadual de Cultura, hoje FUNCAP/SE,e a instituição da Medalha do Mérito Cultural “Tobias Barreto”.

Ocupante da cadeira número 22 da Academia Sergipana de Letras, era sócio benemérito do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe.

Que Deus Todo-Poderoso, em Sua infinita misericórdia, o acolha ao Seu lado e lhe dê paz em toda a eternidade.

O Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe –IHGSE observará luto oficial por três dias, a partir de hoje.

 

Nota de Pesar – Governador João Alves Filho

porIHGSE

The Tried and True Way of Virtual Info Security in Step by Step

If you deal with the data space for the first time, it’s preferable to receive knowledgeable about the BEST Online Data Bedroom Service providers Review. The digital data area includes evolved to turn into a tool to facilitate the complete deal program, not merely meant for to carry out due diligence. The very first help making up the digital info room is always to opt designed for a installer utilizing online data space comparison sites and digital data room reviews. It enables corporations to gain a competitive edge in the marketplace. Therefore ideas that you’ll want to consider that you should pick the perfect virtual info room. Even though virtual data rooms offer you many amazing advantages, it is not appropriate for each and every organization. A digital info bedroom (sometimes introduced to as a VDR) is undoubtedly a great on the internet archive of information which is employed for the purpose of the putting and handing them out of reports. Web secureness problems together with the secureness info and info integration are a handful of the significant troubles faced by the digital info room users. To embark on with, it is highly a good idea to generate a dedication about the key tasks with regards to the digital data bedroom providers. From our discussion to date, it’s distinct there are actually many features of switching to virtual info room. The internet data show is also feasible. Of direct, it is available for you. Therefore there might be no have to check in forms all of the second. Values VDR is simply a very protected, dependable and consumer friendly digital data place.

Details of Online Info Reliability

You may end up being asking yourself how distinctive a digital info room is comparison to the various file-sharing services that are widely offered. The digital data room has a wide selection of applications which is incredibly adaptable. This typically related to seeing that VDR can be a series of secret extranets that provides web based repository of data. To end, whether it is employed in association with physical data space or as a stand-alone application, there is usually no question that VDR can help grow the ability of the company to write about very sensitive facts to people within a secure system. Usually, online data areas are used for legal transactions, just like mergers and acquisitions, nevertheless they’ve turn out to be a a fact method of securing venture effort. The secure digital info area should to have middle selling price. After you use over the internet data bedroom right into a business treatment, you are going to manage to track rewards. Needless to say, it can highly highly recommended to choose the well-liked and the perfect data bedroom. Some individuals actually think that the data bedroom is a high priced pleasure. Digital data bedrooms also are referred to as Deal Bedrooms. An electronic data place requirements to end up being better to put in place and look after. Likewise, that plays a vital role in controlling the conformity under the legal business function. A significant digital data room is usually an individual which provides you with the versatility to perform points the direction you would like.

Find more information regarding Safe Online Data Bedroom right here – local1286.org .